A que geração digital você quer pertencer?

05 de maio de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Relacionamento

Fonte


Novos conflitos entre pais e filhos passam pelo uso da tecnologia

Se o mundo fosse um avião, a aeromoça anunciaria assim aos passageiros que embarcaram rumo ao século XXI: “Senhoras e senhores, dentro de instantes, o mundo vai mudar. Permaneçam sentados em suas poltronas com os cintos afivelados, mas não tirem os olhos da tela nem cochilem por um instante. Qualquer descuido pode fazer você parar no tempo”. Brincadeiras à parte, vive-se hoje em meio a um turbilhão de informações e novas tecnologias que vêm se impondo à jato, encurtando a duração e a supremacia de gerações inteiras e criando verdadeiros abismos entre pessoas com pouco mais de dez anos de diferença. Basta olhar para o perfil dos novos profissionais que chegam ao mercado com o “dedo na tomada” e a mente repleta de downloads Para fazer frente a essa gurizada, quem já tem um pouco mais calo na mão corre contra o tempo. Independente da idade, os novos executivos, pelo menos os bons gestores, são pessoas plugadas nos novos tempos, conhecem os mais recentes aplicativos, sabem o que acontece no mundo pelas redes sociais e lidam com seus subordinados com muito mais jogo de cintura. Predicados estes não restritos ao mundo corporativo. Nas famílias, os conflitos de geração, tão debatidos ao longo das últimas décadas, passam hoje também pelo uso do computador, pelo modo de ver televisão e de captar informação. Vivemos em um tempo único onde coexistem pessoas totalmente analfabetas tecnologicamente e milhares de jovens que já nasceram com os dedinhos grudados na tela dos tablets.

Os dilemas que surgem da relação entre as gerações e como elas vêm lidando com a tecnologia é um dos temas de estudo do doutor em Comunicação Dado Schneider, que realiza palestras sobre o assunto em todo país. Ele conta que tem ido a campo ouvir pessoas das mais variadas gerações, principalmente os novos “donos da galáxia”, os recém-chegados integrantes da geração Z, os nascidos entre o final dos anos 90 e 2010. Segundo ele, nos próximos anos, a tendência é que as pessoas se agrupem e se relacionem muito mais por afinidades do que pelo ano que consta na carteira de identidade. Como hoje já ocorre no Facebook, onde quatro gerações coexistem em uma mesma rede social, curtem e compartilham os mesmos posts.


Dado Schneider destaca necessidade de pessoas mais “antigas” se manterem atualizadas tecnologicamente

Por isso, chega a hora de você se perguntar: afinal, quantos anos você tem? A que geração você quer pertencer? A uma turma que ainda nega a existência da tecnologia ou a uma outra que correm atrás da máquinas para tentar acompanhar quem vem chegando cheio de informação?

A resposta depende apenas de você. Integrar-se ao mundo digital é um desafio às gerações mais antigas, que dispõe de muita experiência adquirida, mas devem aceitar a tecnologia ao invés de brigar com ela. Aos mais jovens, que já dominam com desenvoltura a realidade digital, resta acumular a bagagem necessária para saber fazer o melhor uso dos bits.

Com pouco mais de 50 anos, Dado conta que se manter atualizados com relação a novos aplicativos, redes sociais e tendências é primordial para ser aceito pelas novas tribos. O que acontece, rotineiramente, é que os mais velhos acabam se acomodando e não acompanhando as mudanças que cada vez estão mais rápidas. Mas ele avisa: ainda dá tempo. Segundo o professor, em pouco mais de três anos teremos mais mudanças avassaladoras na forma de comunicação e no uso de tecnologias que podem deixar essa alfabetização ainda mais difícil. Contudo confia que seremos todos velhos digitais, o que chama de Digiriatria.

Você é um ser digital?

Teste como anda o seu status tecnológico. Responda sim ou não para as questões abaixo e, em seguida, confira o resultado.

1) Você já usou o Whatsapp?
2) Você assiste a vídeos nos canais do You Tube?
3) Quando está perdido no trânsito, você recorre a aplicativos?
4) Você consegue baixar softwares na internet e fazer com que eles funcionem, configurar a impressora do escritório e atualizar seu antivírus?
5) Você usa mais de 50% das funções de seu smartphone?
6) Você está antenado em todos os lançamentos de aplicativos e ofertas do dia e é um dos primeiros a baixá-los?
7) Você está na mesa de um bar com amigos. Um deles pega o celular e começa a responder mensagens pelos Facebook. Você acha isso normal, pega o seu e faz o mesmo?
8) Você já usou o Pinterest e o Pinstagram?
9) A sua televisão possui tecnologia de interatividade?
10) Você quer ler um livro antigo que está com edição esgotada. Se você encontrar o e-book à venda em uma loja virtual, você compra o livro?

Resultado:

Plugado
Se você respondeu Não para até duas das perguntas acima

Você é alguém plugado e está no caminho certo para manter-se jovem mesmo com o passar dos anos. Sabe que a tecnologia é um caminho sem volta. Faz questão de buscar novidades, ler sites e blogs de tecnologia e não titubeia em investir nos melhores aparelhos. Siga em frente!

Patinando
Se você respondeu Não para três ou quatro perguntas.

Você precisa urgente de orientação de um profissional de tecnologia. Contrate um personal trainer para lhe dar suporte e apresentar as tendências da internet. Você pode não usar todas as ferramentas e aplicativos, mas, ao menos, precisa saber que eles existem. Mãos à obra! Há muito trabalho pela frente.

Dinossauro
Se você respondeu Não para mais de cinco das perguntas acima.

É hora de repensar sua relação com a tecnologia. Não é necessário morrer de amor por um smartphone nem viver grudado em um tablete, mas é preciso ter consciência que a informatização é um caminho sem volta. Sem ela, muito pouco se fará profissionalmente nas próximas décadas, você perderá grandes oportunidades de se comunicar com o mundo e com as novas gerações que estão chegando ao planeta e corre o risco de virar uma espécie em extinção.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Tecnologia,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.