Campanha começa hoje e vai até 9 de maio em todo país

22 de abril de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Saúde

Fonte




Milhares de brasileiros têm um compromisso importante com a sua saúde a partir de hoje: procurar uma unidade de saúde para realizar a vacinação contra a gripe. A campanha nacional segue até o dia 9 de maio e atende aos chamados grupos de risco: crianças de seis meses a cinco anos incompletos, idosos acima de 60 anos, trabalhadores na área da saúde, povos indígenas, grávidas, mulheres que tiveram filhos até 45 dias depois do parto, presidiários e funcionários do sistema prisional. Ainda integram a lista pacientes com doenças crônicas ou condições clínicas especiais. De acordo com o Ministério da Saúde, a meta é aplicar 53,5 milhões de doses gratuitamente. Quem não está no grupo de risco também pode se prevenir. Basta procurar os postos de vacinação da rede privada que cobram cerca de R$ 75,00 por dose.

Apesar de integrada ao calendário de vacinação nacional, a prevenção contra a gripe (vírus influenza, H1N1 e H3N2) ainda enfrenta resistência por parte das pessoas, desconfiadas das reações que a vacina pode provocar. Outra alegação comum é que a vacinação costuma vir acompanhada de uma gripe forte. A infectologista Cynara Carvalho Nunes, da Santa Casa de Misericórdia, não vê fundamento neste tipo de preocupação e garante a eficácia da vacina 15 dias depois da data da aplicação. Entretanto, adverte que pessoas que possuem alergia à proteína do ovo ou a algum componente da vacina usado no ano anterior não devem realizar o procedimento. E eventuais resfriados ou quadros gripais manifestados após a vacinação são obra de coincidência, vírus da gripe incubado ou de algum resfriado não coberto pela proteção.

E para garantir menos registros de doenças respiratórias e complicações que podem levar à morte, neste ano, a campanha segue com antecipação para abril. Com isso, se garante uma melhor eficácia durante o ano todo, especialmente no período do inverno intenso.

Como a transmissão da gripe ocorre por meio das vias respiratórias, o importante é manter a higiene, evitar ambientes fechados, procurar proteger o rosto e o nariz quando for espirrar e tossir. Também é aconselhado lavar as mãos várias vezes ao dia e não tocar no rosto de uma pessoa gripada.

DIFERENÇAS – O resfriado comum provoca um quadro leve de febre, fraqueza no corpo e coriza. Já a gripe A se apresenta com febre alta, dores no corpo, dor de garganta, olhos vermelhos, tosse, entre outros sintomas. A orientação da infectologista é manter o repouso, e, caso necessário, procurar um médico.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Vacina,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.