Copa de estreantes em campo

25 de junho de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria O que nos inspira

Fonte

A Copa do Mundo mostrou que o amor do povo brasileiro é maior do que qualquer contratempo político partidário. Com mais da metade dos jogos realizada, a Copa do Brasil teve show de gols, de civilidade, de hospitalidade e alto astral. Um clima de integração que levou muitos estreantes aos estádios, crianças e famílias às Fan Fests e milhares de turistas de diversas nacionalidades às praças das capitais brasileiras. Motivação que conduziu a professora Maria da Graça Netto, 60 anos, pela primeira vez a um estádio de futebol para ver a partida entre Coreia do Sul e Argélia, domingo passado no Beira-Rio, em Porto Alegre. Para quem nunca imaginou pisar em uma arena, o espetáculo encantou a educadora. “É uma experiência encantadora. Nunca havia imaginado algo desse tipo. As pessoas vão todas fantasiadas, se abraçam sem se conhecer. Ninguém tem vergonha de nada”, conta.


Maria da Graça viu seu primeiro jogo de futebol no domingo na disputa entre Coreia do Sul e Argélia

Maria da Graça teve o ingresso cedido pelo genro na noite de sábado e foi acompanhada pela filha. No caminho até o estádio, tirou fotos, ganhou brindes, conversou com turistas coreanos e argelinos e posou para fotos. Encontrou o Fuleco e com ele fez pose para mais alguns cliques. “O que mais me surpreendeu é a energia desse lugar. É um ambiente de luz, onde as pessoas estão todas de bem com a vida e felizes”, relata. Sobre os lances e disputas de bola que renderam um show de gols e placar de 4x2 para a Argélia, conta que ficou impressionada com os embates no corpo a corpo. “É muito diferente de ver um jogo pela televisão. Os jogadores se batem e parece que a gente sente junto”, relata. O único arrependimento foi não ter levado as netas para acompanhar a Copa de perto. “Se tivesse vivido isso antes, não teria deixado elas ficarem de fora dessa Copa”, conta Maria da Graça.

Outra estreante dos estádios é  a torcedora Luiza Gonçalves, de 8 anos, que foi para a partida acompanhada dos pais. Segundo ela,  este foi um dos melhores dias da sua vida. “Quando eu entrei no estádio, olhei pra cima e achei incrível. Estava tudo muito lindo”. Orgulhosa, conta que foi muito fácil achar os lugares. “Fui eu que indiquei pra mãe o caminho certo.” 

Como faz Taekwondo, Luiza estava torcendo para a Coreia do Sul e ficou triste quando a Argélia fez o primeiro gol. Apesar do resultado, que eliminou os orientais, a jovem ganhou o dia quando, ao final da partida, um coreano pediu para tirar uma foto dela. 



Com apenas 8 anos, Luiza Gonçalves se emocionou e tirou foto com os coreanos

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Copa,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.