3ª Parte - Distúrbios que podem afastar o seu sono

29 de maio de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Saúde

Fonte

Conteúdo exclusivo © i3i

Embora muitas pessoas classifiquem qualquer dificuldade de dormir como insônia, ela é apenas um dos problemas que pode atormentar as suas madrugadas. Enquanto alguns têm apenas uma maior resistência para relaxar, outros sofrem do que se chama de distúrbios do sono. Eles acometem pessoas de diferentes idades, desde recém-nascidos até idosos de formas distintas. Segundo o neurologista e especialista em Medicina do Sono Geraldo Nunes Vieira Rizzo, são mais de cem tipos de transtornos. Não há como precisar uma época para que cada problema se manifeste, mas há características que servem de balizadores. “Geralmente, pessoas ansiosas têm mais dificuldade para dormir. Os obesos sofrem mais com o ronco e crianças apresentam sonambulismo”, complementa o médico, que também é membro da Academia Americana de Sono. Entre os adultos, os problemas mais recorrentes são a insônia, a Síndrome das Pernas Inquietas (SPI) e a apneia. Já entre os idosos, destaque para a insônia, que acomete 24% da população.


Insônia é um dos problemas mais recorrentes entre adultos e idosos. Foto: ©istock.com/MonkeyBusinessImages

Estudos indicam que 54% das pessoas já viveu, em algum momento da vida, a “experiência da insônia”. Este é o caso da advogada Maria Emília Brocker Rossa, 50 anos. “Sou uma pessoa com uma mente agitada, de pensamentos rápidos e que costuma fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Em razão disso, não estava mais conseguindo desligar na hora de dormir”, reconhece ela, que não chegou a ter insônia diagnosticada, mas enfrentou dificuldade para relaxar e pegar no sono. Não precisou procurar tratamento, pois conseguiu contornar a situação recorrendo à meditação.  “Percebi que o sono viria se eu deixasse os pensamentos passarem, sem me deter em nenhum deles. E assim venho fazendo: eu deito, respiro profundamente e depois calmamente. Deixo os pensamentos passarem à vontade e, quando menos espero, durmo”, relata Maria Emília, que antes de descobrir a técnica chegou a tentar músicas relaxantes, cristais sobre a testa e  em baixo do travesseiro, homeopatia e fitoterapia.

Tipos de insônia

A insônia, que é apenas um dos distúrbios do sono, pode ser aguda ou crônica. A aguda é causada por situações súbitas, como a perda de um amigo ou ente querido, separação conjugal ou perda de emprego. O tratamento deve ser o mais precoce possível, porque a resposta, na maioria dos casos, é rápida e satisfatória. 

Já a insônia crônica é a mais frequente e está dividida em três tipos: insônia inicial, caracterizada pela dificuldade de iniciar o sono; insônia de manutenção, que é a dificuldade de manter-se dormindo, quando a pessoa acorda no meio da noite e não consegue retornar o sono; e a insônia terminal, que é o despertar precoce, onde não se consegue também retornar ao sono.

Entre os vários fatores que podem causar a insônia estão: maus hábitos, medicamentos e depressão.  O tratamento costuma ser comportamental e farmacológico, mas depende de cada caso e varia de acordo com o incômodo causado por cada tipo de problema. Se você não consegue dormir e ainda não sabe qual distúrbio do sono tem, procure um especialista.


Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Os Mistérios do Sono,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.