Fique atenta aos calorões

12 de maio de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Saúde

Fonte


Primeiros sintomas da menopausa podem aparecem antes mesmo dos 40

Ondas de calor repentinas acompanhadas de transpiração, tonturas e palpitações, suores noturnos que prejudicam o sono, fadiga ou insônia, irritabilidade excessiva e diminuição da libido são apenas alguns dos sintomas da tão temida menopausa. Com os avanços na área da saúde, a angústia e o sofrimento das mulheres ficou para trás. Atravessar esta fase com qualidade de vida e tranquilidade é possível, afirmam especialistas.

Os tratamentos disponíveis são seguros e em uma variedade que permite atender à maioria dos casos. Contudo, para que isso ocorra, é fundamental procurar um médico já nos primeiros sinais do climatério, que é o período de transição entre a fase fértil para a não reprodutiva, devido à diminuição dos hormônios produzidos pelos ovários. Geralmente, a menopausa chega entre os 45 e os 50 anos, mas há casos em que os primeiros indícios surgem antes mesmo dos 40. Vice-presidente da Associação Brasileira de Climatério (Sobrac), Luciano Pompei, destaca que é preciso buscar tratamento assim que a mulher notar irregularidade no ciclo menstrual ou perceber os primeiros sintomas. 

Segundo Pompei, embora esta área da medicina esteja evoluindo muito nos últimos anos, infelizmente grande parte da população ainda não conhece os benefícios e as indicações da reposição hormonal e vive sob o estigma de que a o tratamento traz riscos à saúde. Cerca de 10 milhões de mulheres brasileiras atravessam o climatério, sendo que 80% delas sofrem com ele. 

A principal dúvida na hora de tratar os males da menopausa consiste nos riscos que a ingestão de hormônios traz ao organismo. Muitas mulheres preferem aguentar os calorões a ingerir hormônios (via comprimidos, adesivos, etc) e ver elevados os riscos de câncer de mama e problemas cardiovasculares, por exemplo. No final de 2013, o governo dos Estados Unidos autorizou o uso comercial do primeiro medicamento não hormonal para o controle dos sintomas da menopausa. Desenvolvido pela indústria farmacêutica Noven, chegou ao mercado norte-americano com o nome de Brisdelle e consiste em doses baixas de um antidepressivo composto de paroxetina - inibidor seletivo da serotonina.

Outro detalhe que exige atenção para quem entra na menopausa é que há grande perda de massa óssea, o que pode levar à osteoporose se a mulher não for tratada adequadamente. 


Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Menopausa,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.