Homeopatia: o segredo está no equilíbrio

28 de abril de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Mente

Fonte


Medicamentos buscam harmonia do corpo e da mente

Tendo como base a utilização de medicamentos considerados não-tóxicos, sendo 70% deles de origem vegetal e de sais, a homeopatia chegou ao Brasil em 1840 mas só foi reconhecida no Brasil como especialidade médica em 1980. De lá pra cá, conquistou muitos novos adeptos e foi alvo de muita divergência entre os próprios profissionais de saúde. Pelo Sistema Único de Saúde (SUS) está incorporada há menos tempo ainda: desde 2006.

O princípio da homeopatia é equilibrar a pessoa como um todo, sendo indicada para um público que vai da infância até a terceira idade priorizando o lado emocional. “Ao invés de antidepressivos para combater a depressão, toma-se remédios homeopáticos para se ficar mais equilibrado e feliz”, explica o médico Sérgio Furuta, 40 anos de experiência na área médica, 20 de homeopatia e diretor da Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB).

Entretanto, assim como na medicina tradicional, é preciso conhecer os problemas e as necessidades dos pacientes, já que muitas das doenças são psicossomáticas. Afora a origem natural, os medicamentos homeopáticos não causam dependência, muito menos provocam efeitos colaterais e existem poucas contraindicações. E, além de tudo isso, ainda são bem mais baratos do que os alopáticos.

Com tantos benefícios, por que a homeopatia ainda é tão criticada? Para o dirigente da AMHB, o setor ainda está em desenvolvimento. Um exemplo é que só recentemente foram autorizadas residências médicas em universidades públicas no Rio de Janeiro (RJ) e em Betim (MG) sobre o assunto. Também faltam pesquisas científicas, o que coloca o Brasil muito distante da Índia, país que vive o boom da homeopatia no mundo.

Mesmo afirmando que a homeopatia é capaz de transformar a vida das pessoas, Furuta reconhece que ainda é um desafio saber como funciona o medicamento homeopático, já que ele se baseia em respostas clínicas positivas. “Os familiares agradecem muito, o paciente fica outra pessoa, equilibrado, mais positivo”, sustenta o médico homeopata, lembrando o caso da aposentada Anita Santos da Silva, 75 anos, que conseguiu se livrar de uma inflamação na garganta graças a um medicamento conhecido como Barita.

Apesar das críticas, algumas experiências no centro do país chamam a atenção pelo uso da homeopatia em larga escala. Uma delas é a cidade de São Paulo, que oferece atendimento público de médico homeopata. Outro exemplo é Petrópolis (RJ), onde a prefeitura distribui gratuitamente medicamentos homeopáticos para a população.

Pelo Mundo – A homeopatia foi iniciada na Alemanha, em 1796, e, hoje, de 20% a 30% dos médicos daquele país são homeopatas. No Reino Unido, foi construído o primeiro hospital homeopático em 1849. Nos Estados Unidos, pelo menos 2,5 milhões de pessoas se tratam com medicamentos homeopáticos.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Homeopatia,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.