Muito amor contra o Alzheimer

28 de março de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria O que nos inspira

Fonte


Fotos : arquivo pessoal

Há pessoas que têm o dom de transformar a dor em conquista, o sofrimento em evolução, a morte em um nova vida. Pessoas como Fernando Aguzzoli, um jovem prodígio de apenas 22 anos que reúne mais de mil seguidores nas redes sociais e muita informação sobre uma das doenças neurológicas mais controversas enfrentadas atualmente: o Mal de Alzheimer. A jornada começou há 6 anos, quando ele e a mãe descobriram que as tonturas da avó Nilva Aguzzoli estavam relacionadas a uma verdadeira confusão na ingestão de seus medicamentos de rotina. Diagnosticada a doença, começou uma jornada pela socialização. Perspicaz, o rapaz tornou-se o braço direito da avó. Estava sempre com ela, na praia, após a aula, à espera de um cafuné. Largou o emprego para dar o suporte de que ela necessitava e abandonou projetos próprios por momentos de alegria ao lado da idosa. Relato comovente em tempos em que os jovens distanciam-se e calam-se em frente a quem tem mais de 60.

Para provar até onde pode ir o amor de um neto, o estudante de Filosofia foi além. Criou uma fan page no Facebook para a avó, onde começou a publicar textos bem humorados sobre o dia a dia dos dois. Para isso, valeu-se de muitas histórias reais que, em pouco tempo, conquistaram adeptos em todo o país e podem ser acessadas no endereço facebook.com/vovonilva. Segundo ele, as pessoas buscam informações sobre a doença, relatos que sejam similares às suas vidas e compartilham dicas de como lidar com os sintomas do Alzheimer em quem se ama.

Afinal, pontua ele, achar uma forma verdadeiramente humana de lidar com essa doença é o grande desafio dos familiares. O jovem lamenta que a maioria das informações sobre o Alzheimer são negativas e levam os parentes dos pacientes a optarem pela internação. "Escolhemos o caminho contrário", disse Fernando, lembrando que sua avó ficou em casa ao lado da família até que, em dezembro do ano passado, faleceu em decorrência de uma infecção urinária, meses antes de completar 80 anos. Fernando conta que, apesar de todos os cuidados, ela não relatava sintoma do problema, pois esquecia no caminho do banheiro. De lá para cá, a demanda dos internautas por dicas e informações sobre a doença só aumentou.

O conhecimento acumulado durante os anos de amor e companheirismo somou-se a entrevistas realizadas com experts no assunto e deu origem ao livro: "Quem, eu? - Uma avó. Um neto. Uma doença. Muitas lições de vida". Apesar de ter alguns patrocinadores, Fernando ainda precisa de recursos para completar a edição da obra. Interessados em colaborar com o projeto podem entrar em contato com o estudante pelo email: fernandinhoperes@gmail.com.

As histórias da Vovó Nilva:

No Parque das Aves, em Foz do Iguaçu...

Eu: Vó sempre lembrando que não pode...VÓ!
Vó: Ai que susto, que é!?
Eu: ACABEI DE TE DIZER QUE NÃO PODE TOCAR NAS AVES!
Vó: Mas que ave?...


Vamos brincar de adivinhação vó!

Eu: Vó, quantos anos tu tens?
Vó: Sei lá! Aí tu me pegou!
Eu: Tá, mas vamos brincar de adivinhação, chuta quantos anos tu acha que tem!
Vó: Faz o cálculo, eu nasci em 1934....


Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Alzheimer ,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.