Novas drogas contra o lúpus

03 de maio de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Saúde

Fonte


Lady Gaga é uma das celebridades que confirmou diagnóstico

Doença inflamatória autoimune, o lúpus ainda não tem cura, mas pode ser contornado para que os pacientes consigam levar uma vida normal. É o caso da pop star Lady Gaga, que recebeu diagnóstico apesar de não apresentar sintomas. Ela admite que foi preciso adotar uma série de cuidados para evitar que a doença se manifestasse, mas manteve agenda de shows ao redor do mundo e a irreverência que marca sua carreira. Os primeiros sinais são artrites e lesões cutâneas avermelhadas. Entre elas, a mais característica é aquela na região conhecida como asa de borboleta, que pega o nariz e as bochechas.

O principal problema entre os portadores da doença é quando ela não é diagnosticada precocemente ou quando o tratamento é ineficaz. Aí, as consequências podem ser muito graves e, inclusive, levarem à morte. Embora a prevalência da doença não seja em pacientes idosos, o lúpus pode se manifestar tardiamente. Normalmente a, a manifestação ocorre entre os 20 e 40 anos, especialmente entre mulheres (raro em homens) e não é descartado entre as crianças.

PESQUISA - Na busca por novas drogas que ajudem a combater o lúpus e outras doenças autoimunes, o Hospital São Lucas da PUCRS, em Porto Alegre (RS) está recrutando pacientes com diagnóstico de lúpus eritematoso sistêmico, com idade entre 18 e 70 anos. O projeto inicial tem duração de dois anos, mas os resultados só devem sair em 2018. A expectativa é contar com a participação de 12 voluntários por pesquisa, já que há mais do que uma em andamento.

O médico Mauro Kaiserman, pesquisador e chefe do Serviço de Reumatologia do Hospital São Lucas, explica que estas novas drogas atuam em moléculas específicas das doenças e produzem resultados espetaculares. Em relação a doenças autoimunes, esclarece que se refere à artrite reumatoide, lúpus eritematoso, artrite psoriásica, espondilite anquilosante, síndrome de Sjögren e outras menos frequentes.

Interessados em participar do estudo devem entrar em contato com o Centro de Pesquisas Clínicas do Hospital São Lucas da PUCRS, de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h, pelo telefone (51) 3320-5057.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Lupus,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.