Para disfarçar os brancos sem dar na vista

19 de abril de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Beleza

Fonte


Inevitáveis, os fios brancos (nos homens é claro!) são vistos como charme pela maioria das mulheres

Diferente das mulheres que vão ao salão pintam os cabelos e até postam no Facebook fotos cheias de papelotes de mechas, os homens agem escondido. Eles já admitem que vão ao salão e não têm pudor em dizer que fazem a mão e o pé, mas, na hora de falar sobre o cabelo... Ah... Aí o assunto fica bem mais delicado. Eles escondem os fios brancos assim como elas, mas o fazem lá no fundo do salão, longe dos olhos de outros homens e muito....mas muito longe das redes sociais.

Um dos procedimentos mais comuns é o famoso reflexo invertido. O processo é o mesmo adotado pelas mulheres na hora das mechas, mas consiste em escurecer alguns fios para reforçar a ideia de um grisalho mais escuro. Ele não termina com o efeito que tanto conquista as mulheres, mas dá um tom mais jovial a cabeças de meia idade. Afinal, alguns fios brancos são um sinal de maturidade e seriedade, dois atributos bem valorizados pelo sexo oposto.

Um dos que aderiu à tendência dos reflexos invertidos é o servidor N.S, 61 anos. Grisalho há muitos anos, viu sua cabeça branquear totalmente nos últimos cinco. Para evitar que o peso dos anos aparentasse, recorreu a um salão. N.S. garante que o visual agradou, mas , tempos depois, raspou a cabeça e resolveu voltar para o 100% branco, mais prático e igualmente sedutor.

O assunto tintura é tão delicado no universo masculino que muitos se negam a falar sobre ele. Dia desses, durante externa da reportagem, o i3i conseguiu flagrar um homem em pleno processo de mechas. Abordado, ele reagiu com um tom rude: “Não quero falar sobre isso. É um momento da minha intimidade”. Apesar do respeito à privacidade, a certeza é que o tabu existe. Seja por vergonha ou puro preconceito. Algo ainda longe de ser superado mesmo em uma época em que, segundo as atendentes, eles já ganharam os salões.

Um homem das antigas

Entre os que preferem manter os brancos está o aposentado José Carlos Ourique, 76 anos, que nunca sequer pensou em pintar os cabelos. Ele conta que não tem nenhum cuidado especial, apenas opta há muitos anos por um xampu anticaspa e mantém um corte bem baixinho, considerado prático e ideal para não atrapalhar nas atividades físicas. “Não tenho nada contra quem pinta o cabelo, mas não vou ir contra a natureza”, pontua o aposentado que viu seus primeiros fios brancos surgirem só por volta dos 50 anos.

As diferenças estão na cabeça

A dermatologista Maria Fernanda Gavazzoni, especialista em estética e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia informa que aos 50 anos metade da população tem cabelos brancos. Além disso, pessoas de pele branca registram o surgimento de fios brancos mais cedo, enquanto os negros tendem a ter cabelos brancos tardiamente.

Entretanto não existe um fator ambiental que possa colaborar para o aparecimento, precoce ou não, de fios brancos. Isso porque eles estão relacionados à herança genética e ao envelhecimento do corpo. Por isso, de nada adianta alterar a dieta alimentar, apelar para vitaminas ou qualquer outra solução mágica.

Ela esclarece que pintando ou não, as pessoas continuarão tendo fios considerados rebeldes, já que na terceira idade eles ficam brancos, grossos, duros e difíceis de serem penteados. “Muitos acham que os fios ficariam mais maleáveis, o que não acontece”, confirma a dermatologista.

Aliás, a descoberta de uma fórmula para impedir ou retardar os fios brancos é um dos grandes desafios da dermatologia estética. Conforme a especialista, ainda não foram encontrados resultados concretos sobre o tema, embora se estude o uso de antioxidantes para esse fim.




Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Cabelo, Grisalho,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.