Pesquisa com vermes indica caminho da longevidade

23 de junho de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Saúde

Fonte

Uma dieta de baixas calorias pode estar diretamente relacionada à maior longevidade. É o que indica pesquisa divulgada neste mês pela Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA). Cientistas realizaram experimento com um minúsculo verme nematóide chamado C. Elegans. Quando privado de alimento, o ser teve suas células em estado de suspensão, uma espécie de repouso. Quando foi disponibilizado alimento abundante, o verme voltou a se desenvolve como planejado. O mecanismo lhe permitiu viver o dobro do tempo habitual. “É possível que dietas pobres em nutrientes coloquem nossas células em um estado de repouso", disse David R. Sherwood, professor da Universidade Duke. "O truque é encontrar uma maneira de manipular farmacologicamente esse processo para que possamos obter os benefícios antienvelhecimento sem a dor da restrição de dieta", acrescenta ele.


Descoberta pode ajudar a explicar ocorrência de metástases de câncer

Inúmeras pesquisas já relacionam a dieta de baixas calorias com a longevidade. A privação de nutrientes pode estender o tempo de vida de ratos, camundongos, levedura, moscas, aranhas, peixes, macacos e vermes entre 30% a 200% em relação a aqueles indivíduos que tiveram alimentação liberada.

A relação feita pela universidade entre a linha de vida dos vermes e uma rodovia e seus pontos de pedágio ajuda a compreender do que estamos falando. Eles descobriram que todos os tecidos e células do organismo do verme pareciam ficar presos em determinados estágios de desenvolvimento quando havia restrições de nutrição. Ou seja, esses “pontos” são como cabines de pedágio, onde o motorista só avança se tiver combustível para chegar no ponto adiante. O desenvolvimento não é um processo contínuo. A percepção dos pesquisadores é de que se dá ao ser vivo a opção de ir adiante ou não. 

O estudo descobriu que o verme poderia passar forme por algumas semanas e, quando voltasse a se alimentar, teria desdenvolvimentpo normal. O período de fome permite ampliar sua expectativa de vida. "Este estudo não só tem implicações para o envelhecimento, mas também para o câncer", disse Sherwood. Isso porque ele acredita que um dos maiores mistérios da metástase das células cancerosas é a forma como o câncer  permanecer latente por anos antes de despertar. “Meu palpite é que o caminho que estamos trilhando com os vermes para prender as células e acordá-las de novo é o mesmo percorrido pelas metástases cancerosas humanas. "


Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Câncer,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.