Pilates é arma contra o estresse e o sedentarismo

03 de maio de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Saúde

Fonte


Prática ajuda no fortalecimento muscular e é nova moda na terceira idade

Capaz de reabilitar as pessoas através de exercícios de flexibilidade, concentração e relaxamento, o Pilates sobe de conceito na sociedade, ganha a confiança dos médicos e torna as pessoas mais felizes e plenas .O que poucos sabem é que o primeiro sábado do mês de maio marca o Dia Internacional de Pilates. Por isso, o i3i foi conversar com profissionais da área e com pessoas que fazem uso da técnica para melhorar suas vidas. Há cinco anos trabalhando na área com um estúdio próprio, Juliana Sussella esclarece que qualquer pessoa pode fazer Pilates, mas ele é altamente recomendado para quem tem problemas de osteoporose, osteopenia, lesões articulares e na coluna, além de uma arma poderosa para o fortalecimento muscular e de combate ao estresse.

No caso do estúdio de Juliana, o público atendido começa a partir dos 12 anos e avança para a terceira idade, sem limitação. A instrutora não só confirma um aumento na procura por pessoas da terceira idade, como afirma que a maioria dos alunos está acima dos 60 anos. Tanto que alguns têm doenças como Alzheimer, Parkinson, esclerose múltipla e há até cadeirantes. Para os idosos, a técnica proporciona uma melhor respiração, reforço da massa muscular, redução do estresse e uma postura correta, e, consequentemente, menos danos à coluna.

Claro que para conseguir estes resultados não bastam alguns encontros, e sim um trabalho continuado e de permanente dedicação. Diferente de uma academia, em um estúdio de Pilates os alunos têm atenção redobrada por parte dos instrutores. “Não será em uma ou duas aulas que o aluno saberá tudo de Pilates. Tenho alunos que fazem aulas há quase cinco anos aqui”, pontua a instrutora.

APROVADA – Refém de fortes dores causadas por problemas articulares que a ameaçavam de não poder mais caminhar, a aposentada Vitória Borba, 68 anos, viu no Pilates parte da solução de suas dificuldades. Há três anos e meio fazendo a técnica, conta que procurou uma alternativa depois de conversar com seu ortopedista, que lhe deu o sinal verde para começar.

A aposentada chama a atenção para os avanços obtidos quanto ao fortalecimento muscular, mas destaca com entusiasmo a ajuda que o Pilates trouxe à mente, ao raciocínio e ao equilíbrio. E, além de receber quase atenção exclusiva da instrutora, a aposentada ainda conta com exercícios moldados para as suas necessidades, já que há mais de 500 tipos diferentes.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Pilates, Exercício Físico,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.