Quais as propostas dos presidenciáveis para a terceira idade?

17 de setembro de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Finanças

Fonte

Conteúdo exclusivo © i3i

Embora as pessoas acima de 65 anos tenham a opção do voto facultativo, muitos idosos querem participar do processo de escolha do próximo presidente. Por isso, é importante estar por dentro das propostas dos candidatos e fazer uma escolha consciente. Em geral, os planos de governo contêm propostas específicas para a terceira idade, mas elas ainda são tímidas e não abordam este tema como prioridade.

 


As promessas eleitorais elaboradas para a terceira idade ainda são muito limitadas.

Os candidatos têm interesse em conquistar o voto do eleitor com mais de 60 anos, porque, muitas vezes, as pessoas nesta faixa etária têm poder aquisitivo dentro das famílias – e assim uma certa influência nas suas comunidades. “O idoso é visto como formador de opinião por muitos políticos e eles buscam agradar eles para ganhar o voto”, afirma Otávio de Toledo Nóbrega, professor da UNB e membro do Conselho dos Direitos da Pessoa Idosa do Distrito Federal. 


Por outro lado, as promessas elaboradas para este grupo ainda são muito limitadas - o que é preocupante, considerando que a população idosa vai dobrar no Brasil nos próximos 40 anos. “Eles têm que pensar além de propostas assistencialistas e imediatas e propor estratégias de longo prazo para tornar a cidade mais acessível”, acredita. Para o especialista, o ideal seria ver ideias que melhorem as condições de mobilidade urbana dos idosos e que facilitem o acesso aos serviços sociais que já existem, como a retirada de benefícios.


Além disso, é necessária uma discussão mais abrangente sobre a Previdência Social. Embora alguns candidatos já tenham se pronunciado sobre este tema, a maioria evita incluir propostas concretas na pauta, justamente porque é um assunto polêmico. “É preciso uma reengenharia da Previdência Social, ou as contas não vão fechar devido ao aumento do número de idosos no país”, alerta.


Veja abaixo as propostas para a terceira idade dos candidatos à Presidência da República de acordo com os seus planos de governo e sites de campanha:


Aécio Neves (PSDB)
O candidato desenvolveu o Programa DignaIdade, com propostas específicas para os idosos. As principais promessas são: reajuste das aposentadorias com base na variação do preço dos remédios; ampliação de instituições voltadas à terceira idade; e aumento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) em valor acima do salário mínimo.
Aécio promete melhorar o equilíbrio das contas da Previdência Social, mas não oferece propostas para mudar o fator previdenciário (fórmula que leva em conta o tempo de contribuição do trabalhador, sua idade e a expectativa de vida dos brasileiros no momento da aposentadoria).

 

Dilma (PT)
Não cita propostas específicas para idosos no seu plano de governo, mas promete a distribuição gratuita de remédios para hipertensão e diabetes através da Rede Aqui Tem Farmácia Popular – o que deve beneficiar esta faixa etária.
Embora no passado tenha sinalizado que iria apresentar uma proposta para reformar a Previdência Social, a presidente não incluiu este tema na sua campanha.


Eduardo Jorge (PV)
Entre as propostas do candidato para os idosos estão: reservar parte do orçamento da saúde para a terceira idade, incentivar que os mais velhos continuem no mercado de trabalho, incentivar a formação de cuidadores e distribuir um salário mínimo para idosos muito pobres e que não tenham outro benefício.
Também propõe uma reforma da Previdência Social, com ajustes com relação ao tempo de contribuição e idades mínimas.

 

Eymael (PSDC)
O candidato, no seu plano de governo, promete valorizar o idoso e criar políticas de apoio específicas, embora não descreva quais são.
Promete separar a Previdência Social da Assistência Social.

 

Luciana Genro (PSOL)
A candidata planeja projetos de esporte para os idosos e maior fiscalização de casas de idosos pelo país. Também propõe reajuste para os aposentados igual ao salário mínimo. 
Defende o fim do fator previdenciário e anulação da reforma da previdência de 2003. 


Marina Silva (PSB)
Uma parte do seu programa é destinada aos idosos. Entre as propostas estão: estimular a adequação do espaço urbano para atender às necessidades da população idosa; definir um marco regulatório nacional para casas de repouso e asilos; e criar programas de informação e de tratamento de doenças crônicas comuns entre os idosos.
A candidata propõe um debate sobre as regras da Previdência Social, e a busca de alternativas para um fator previdenciário mais justo e equilibrado.

 

Pastor Everaldo    (PSC)
Defende a criação de uma nova Previdência Pública que mantenha o valor real das aposentadorias, além de métodos que garantam o financiamento das aposentadorias dos atuais idosos.

 

Zé Maria (PSTU)
No seu plano de governo, o candidato defende o fim do plano previdenciário e o aumento das aposentadorias.


Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Envelhecimento,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.

O i3i também está no Facebook

Veja abaixo o que os seguidores da nossa fanpage estão dizendo sobre essa matéria.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.