Smartphone demais pode fazer mal aos olhos

25 de abril de 2014, escrito por Redação i3i, na categoria Saúde

Fonte


Pesquisa britânica indica riscos de exagerar no uso dos celulares. Crédito: Sandro Vinciprova

Você está lendo esta matéria no seu smartphone? No seu tablet? Faz parte daquele grupo que não desgruda da rede social? Então, atenção com os seus olhos. Uma pesquisa britânica divulgada pela BBC estudou o comportamento de dois mil pacientes e alerta que o uso exagerado dos celulares pode prejudicar a visão de jovens. O problema não é apenas o smartphone, mas a overdose de eletrônicos que também inclui tablets, computadores e tevês de tela plana. Encomendado por um grupo de oftalmologistas independentes, o estudo mostrou que a luz azul turquesa dos aparelhos também pode afetar os padrões de sono e humor. Como o jovem de hoje é o idoso de amanhã, o resultado sugere que, no futuro, poderíamos ter uma geração inteira com problemas de visão agravados.

Controverso, o assunto não é unanimidade na comunidade médica. O professor de oftalmologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Ricardo Mörchbächer, alerta que pesquisas como essa surgem em intervalos inferiores há dois anos e usa como exemplo o próprio tabu criado em torno do forno de micro-ondas. O aparelho ficou marcado por anos por supostamente trazer prejuízos à saúde humana.

Uma outra teoria, lembra o professor, aponta que o telefone celular poderia provocar catarata por conta das radiações eletromagnéticas, o que, assim como esta nova pesquisa, ainda carece de comprovação. Como os telefones celulares surgiram há pouco mais de 20 anos no Brasil e a massificação se deu há cerca de 10, seria preciso observar por até três décadas as reações dos usuários para comprovação científica.

O que pode ter um fundo de verdade é que a utilização dos smartphones por longos períodos forçaria os olhos, especialmente para as pessoas que não têm o grau corrigido. “Devido à atenção aos aparelhos, as pessoas reduziriam as piscadas por minuto, podendo causar dor de cabeça, dor nos olhos e um certo desconforto, mas nenhuma lesão efetiva”, observa o especialista da UFCSPA.

MODERAÇÃO – Dona de um Iphone e de um tablet, a aposentada Arlete Silva, 63 anos, confessa que chega a ficar de duas a três horas no smartphone. Só que não é para fazer ligações, mas para conversar pelas redes sociais com os amigos ou brincar em jogos como Freecel e Candy Crush.

Mesmo com problemas de miopia e tendo feito cirurgia de catarata, conta que nunca recebeu qualquer recomendação do oftalmologista para usar menos o aparelho, muito menos sentiu qualquer problema de visão. O que não a impede de reconhecer que o segredo é ter consciência para não ficar tempo demais vidrada nos eletrônicos. “Se passar o dia inteiro no aparelho vai prejudicar a minha saúde”, reconhece a aposentada.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe pelo Facebook


Tags: Óculos, Tecnologia,

Notícias relacionadas:

Ou se preferir veja uma listagem com todas as notícias do i3i!

Comentários!
Use a caixa de comentários abaixo para comentar, compartilhar e interagir com os leitores do site.


Você também vai gostar de ...

Encontre-nos no Facebook

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.