Fake.(ou seria interino?)

26 de junho de 2014, escrito por Fernando Conrado

Fonte

O Fernando Conrado não está podendo escrever nesses dias. Ele está com uma demanda fotográfica muito grande. Vocês sabem que ele é advogado, ou melhor, era, abandonou tudo- sua carreira em rápida ascencao, para fotografar? E, prodígio que é, tornou-se um dos mais requisitados fotógrafos do RS. Vou lhes contar um segredo: em setembro ele vai viajar para a Europa, acompanhando um grande grupo de amigos que fará sua segunda trip automobilística pelo velho continente. Conrado foi o convidado especial para registrar todos os momentos desta turma que reune brasileiros, americanos e europeus.




Enfim, está lotado. Mas um fato lhe incomoda muito: a saúde de sua querida mãe. Ele perdeu o pai no ano passado e sua mãe está num entra e sai da UTI, que lhe coloca em várias madrugadas pelos corredores de um hospital.

Conrado é um jovem abençoado. Ele tem um conhecimento muito grande sobre tudo. Ou quase tudo. Ele encanta com sua conversa. Com suas idéias. Seus amigos liberais o chamam de esquedinha e seus amigos socialistas o chamam de coxinha.

Ele tem resposta pra tudo. E sabe muito sobre essas respostas.

Conrado me encantou quando o conheci durante uma premiação que recebi junto a um grupo de formação do qual fui conselheiro em 2013. Ele fotografava, e conversava... Eu tenho outros amigos fotógrafos, mas nenhum deles abandonou o Direito e a Economia para ser fotógrafo.

Eu às vezes me queixo de algumas agruras da vida. E quando olho a disposição e as sempre prontas palavras do Conrado para seus amigos, fico envergonhado de minhas queixas e me viro a Deus e agradeço.

Por essas e por todas outras, oro para que Nossa Senhora abençoe sua mãe, o abençoe e arranje um tempinho para o Conrado nos escrever semana que vem, se não, vocês vão ter que me aguentar, tão abaixo do Fernando e de seus conhecimentos.

Boa noite.
Eduardo Giez Estima



Mais colunas de Fernando Conrado


Fernando Conrado



Fotógrafo, advogado, cientista social, com ênfase em política e antropologia, pós-graduado na Espanha em relações internacionais.

i3i ® 2014. Todos os direitos reservados.